Archive for the ‘Poeminuto’ Category

13/09/2010

Levava a vontade em uma mão. Em outra, a esperança. E se equilibrava do alto entre o medo e a coragem.

A sorte não nega seu braço quem à vida se entrega

Anúncios

06/09/2010

O céu, a lua, a chuva, a noite estrelada: debaixo do viaduto, o amor é com fome e frio.

Aqui de cima, a poesia é mais feliz

26/08/2010

A dor convidou a tristeza para passear. Brigaram feio. No fim do dia, foram em busca da felicidade.

Um sorrisim que fosse já estaria bom

24/08/2010

O frio que fazia lá fora gelou o meu coração. Deixei na rua dormindo o menino no chão.

Eta menino danado, que vive jogado

21/08/2010

O coração dele batia, tum tum tum, enquanto ela batia asas para bem longe dali.

Não há quem segure uma mulher alada

10/06/2010

gato procria pra daná,
disse a velhinha da janela,
que vive a ver o mundo passar,
e fica toda assustada
só de pensar
que a sua gatinha
possa ter crias
com o vizinho gatão

Nós, gatas, já nascemos livres