Archive for junho \23\UTC 2012

23/06/2012

A manhã que se acorda cedo com o frio que chega no sol dentro do quarto entre a cortina fechada na noite anterior que se dormiu tarde. A luz da casa aberta mostra o início do desconhecido do dia. A vida do novo aparece a eles – de novo.

Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei

Anúncios

11/06/2012

Quando tentava, falava sempre em desistir. Se era para se esforçar, cansava. Não sabia mais o que fazer para… Nem sabia o quê.

O silêncio que eu creio em mim é a resposta a meu – a meu mistério

03/06/2012

Ouviu na rádio uma música que falava sobre despedidas. Ficou com ela o dia inteiro na cabeça. Cantou também na noite seguinte, na semana que veio, no mês. Há anos assim. Todo dia cantava. Já muito velho, e cantando muito, era tarde – despediu-se.

A hora do encontro é, também, despedida