Dançava, comia e assistia a filmes sozinho. Ria alto sozinho. Quando deitava, era sozinho. Dormia sempre sozinho. Mas tinha sonhos de nunca mais acordar: sozinho.

Nada lhe pertence mais que seus sonhos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: