Passava por ele todos os dias. Olhava sempre de lado. Quando correspondia, baixava a cabeça e seguia. Em casa, sonhava com o príncipe. Amanhã, falo com ele. Que fosse mesmo amanhã. Só assim para manter o encanto.

Os dias lembram alguém que eu esqueci

Anúncios

Uma resposta to “”

  1. Felipe A. Carriço Says:

    Amanhã e depois.

    Gostei muito desse miniconto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: