Era a parte da casa de que mais gostava. Ali guardava os seus segredos e fazia os seus feitiços. Era em mulher que se transformava toda vez que entravam em seu jardim.

Lá fora, amor, uma rosa nasceu

Anúncios

Uma resposta to “”

  1. iarinha Says:

    :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: