Fez uma carta brava. Queria terminar o namoro. Mas bastou ele sorrir, e chegar com flores, para ela escrever uma outra: agora, de amor.

Não seriam cartas de amor se não fossem ridículas

Anúncios

Uma resposta to “”

  1. lucas Says:

    hehe
    é bem assim que é.
    Mudanças repentinas e constantes no amor.
    boa, rapaz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: